Assine nossa newsletter

Agência de fretes: por que você não deve depender dessa fonte de renda?


Agência de fretes: por que você não deve depender dessa fonte de renda?

No ramo dos transportes, agência de fretes é um termo bastante comum entre os motoristas. Isso porque há empreendimentos desse tipo atuando em todos os cantos do país, e muitos caminhoneiros, às vezes por falta de opção, optam por buscar fretes nessas empresas. Mas será que essa é uma prática vantajosa? É o que descobriremos adiante.

Quem é motorista sabe bem o quanto é difícil atingir uma boa margem de lucro nos transportes. Com tantos fatores pesando negativamente nesse cálculo, é preciso ser estratégico, reduzindo ao máximo os custos das viagens. Contudo, isso fica ainda mais difícil quando existe um terceiro — a agência de fretes — intermediando o contrato e embutindo custos extras ao serviço.

Por esse e outros muitos motivos que falaremos a seguir, você não deve depender dessa fonte de renda. Estabelecer um contato direto com o cliente pode ser uma opção mais vantajoso e lucrativa. Acompanhe!

O que é uma agência de fretes?

Você certamente já notou que em diversos pontos de parada de caminhões e terminais de cargas espalhados pelo Brasil sempre há aquele indivíduo que fica anunciando fretes em voz alta. Esse indivíduo é o agenciador e, na maior parte das vezes, atua em nome de uma agência de fretes.

A agência de fretes é a empresa que tem como atividade principal encontrar motoristas para atender às demandas de transporte. Em outras palavras, a agência é o terceiro que intermedeia a relação entre o embarcador da carga e o motorista que irá transportá-la até o seu destino.

Como funciona esse tipo de serviço?

De maneira bem simples, uma agência de fretes atua com uma base de clientes, donos das remessas. Esses clientes repassam à agência todas as demandas de transporte, com dados como:

  • destino;
  • prazo;
  • peso;
  • tipo de carga;
  • configuração do veículo;
  • preço, entre outros.

Com essas informações em mãos, a agência se encarrega de ir atrás de um motorista disponível para fazer o transporte, viabilizando o contrato conforme as especificações do cliente e da forma mais econômica possível.

Nessa modalidade de frete, o motorista não negocia com o dono da carga, mas apenas com a agência. Esse é um dos pontos negativos, pois dificulta as negociações e, na maioria dos casos, gera contratos com valores abaixo dos praticados no mercado.

Dica: Aplicativo de frete: listamos 6 características para ajudar você a escolher o melhor

Por que depender da agência de fretes não representa nenhuma vantagem para o motorista?

Antes de pensar em aceitar um frete por meio de uma agência, é muito importante que você, motorista, conheça bem as desvantagens desse tipo de serviço e considere com cuidado cada uma delas. Confira a seguir alguns pontos que merecem atenção.

Taxas e comissões com custo elevado

Como dito inicialmente, o motorista tem grandes dificuldades para conseguir um lucro satisfatório em seus fretes. Afinal, com tantos custos pesando na conta e riscos que o transporte rodoviário no Brasil implica, essa se torna uma tarefa ainda mais difícil.

Nesse contexto de custos elevados e o lucro reduzido, utilizar agências de fretes pode pesar ainda mais no seu orçamento, porque todo o serviço prestado por elas requer o pagamento de taxas e comissões que, na maioria das ocasiões, são bastante elevadas, chegando a 30% do valor total do frete.

Ou seja, uma parte considerável do seu lucro é repassado para a agência, apenas para fazer essa comunicação entre você e a empresa dona da carga.

Dificuldade de negociação

Como estão mais preocupadas com o lucro próprio, é bastante difícil negociar com as agências de frete. Além disso, o motorista fica refém das condições fixadas por elas, não tendo sequer oportunidade de negociar com o cliente e encontrar alternativas mais viáveis e vantajosas para ambas as partes.

Fretes com valores reduzidos

Outra realidade comum enfrentada por quem utiliza agências de fretes para conseguir trabalho é a prática de preços bem abaixo do que os estabelecidos nesse mercado.

Ainda que exista uma tabela editada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para ajudar a regular esse mercado, muitas agências não respeitam os limites estabelecidos, praticando preços totalmente fora da realidade e que, em muitos casos, não são suficientes nem para arcar com os custos da viagem.

Apesar da nítida desvantagem, por falta de opção ou informação, muitos motoristas acabam aceitando trabalhar nessas condições, o que os obriga a ter que rodar muito mais para conseguir arcar com suas contas e o sustento da família.

Baixe o Rapp e confira todos os benefícios!
Garanta os melhores fretes e aumente sua renda com o Rapp

Como a tecnologia pode ajudar o caminhoneiro?

Em tempos de transformação digital, a internet tem se tornado uma ferramenta cada vez mais próxima da rotina do caminhoneiro. Hoje, o motorista moderno está conectado, se comunicando, se informando e buscando alternativas para melhorar o trabalho e os seus resultados.

Nesse contexto, por exemplo, os aplicativos de frete já são bastante utilizados, o que otimiza o dia a dia do caminhoneiro ao facilitar a busca por boas oportunidades de frete. Confira algumas vantagens do uso desse tipo de ferramenta.

Facilidade de uso

O grande diferencial dos aplicativos é a facilidade de uso e a transparência na relação entre o motorista e o cliente que disponibiliza a carga. De maneira simples e objetiva você tem acesso às informações de que necessita para avaliar se o frete atende sua necessidade e pode ser uma boa oportunidade.

Maior disponibilidade de fretes

Outra grande vantagem da tecnologia é a maior oferta de fretes, o que garante ao motorista muito mais liberdade e tranquilidade para programar seu mês e compor o seu orçamento.

Além disso, como o uso desse tipo de recurso tem se tornado mais comum, o número de empresas que optam por oferecer seus fretes nessas plataformas tende a aumentar bastante. Isso significa que a disponibilidade de trabalho será ainda maior.

Para se ter ideia, o mercado de fretes via aplicativos é tão promissor que as agências já perceberam que estão perdendo espaço. Em razão disso, algumas ferramentas online estão sendo invadidas por agenciadores, os quais realizam verdadeiros leilões de fretes e prejudicam os motoristas.

Dica: 8 aplicativos essenciais para caminhoneiros

Reforço na redução de custos

Os aplicativos de frete, como não dependem de terceiros intermediando o contrato, trabalham com preços mais justos e vantajosos, além de reduzir os custos do motorista com o pagamento de comissões e taxas de agenciadores.

Não bastasse, a maior disponibilidade de fretes reforça a estratégia dos deslocamentos, permitindo, por exemplo, encontrar fretes de retorno. Isso, além de reduzir os custos, aumenta o faturamento do caminhoneiro.

Por fim, como foi possível perceber, a agência de fretes não é uma opção vantajosa para o motorista que deseja melhores oportunidades de frete e um lucro mais compatível com as suas necessidades e da sua família. No entanto, a tecnologia tem ajudado bastante o profissional do trecho. Aplicativos, como o Rapp, têm oferecido condições mais benéficas para o trabalho, permitindo o aumento do faturamento.

Então, quer encontrar fretes com mais facilidade, a preços justos e sem as pesadas comissões de agenciadores? Entre em contato conosco e entenda por que o app Rapp é a solução ideal!




Por
18/09/2018

A Rodojacto nasceu em 1969 e, atualmente, atua no segmento de transporte rodoviário de cargas, dividindo-o em duas áreas: a de carga comum e a de carga especial — mercadorias que excedem pesos e medidas.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!