Assine nossa newsletter

Encontrar frete não precisa ser um problema! Veja nossas 7 dicas!


Encontrar frete não precisa ser um problema! Veja nossas 7 dicas!

O segmento de transportes rodoviários de carga sofreu muito nos últimos anos. Após um longo período de alta demanda, durante o qual diversos profissionais tornaram-se autônomos, aumentando a concorrência, houve uma queda significativa nos serviços por conta da crise econômica. Assim, essa situação fez com que ficasse mais difícil encontrar frete para trabalhar.

Mas a boa notícia é que o sucesso na profissão não é impossível. No Brasil, 60% das mercadorias são transportadas por estradas e rodovias. E, com o reaquecimento econômico, a tendência é um aumento da demanda. Portanto, apesar de menos regulares, as oportunidades existem e devem aparecer cada vez mais para os caminhoneiros que souberem como procurá-las.

Por isso, preparamos este post com 7 dicas para você ampliar suas chances de conseguir fretes e melhorar seu faturamento. Confira, abaixo, quais são elas!

1. Utilize um aplicativo para encontrar frete

Hoje em dia, uma grande parte das relações comerciais já é realizada eletronicamente, especialmente quando envolve serviços de maior valor agregado, como o caso do transporte de cargas. Assim, é essencial atualizar-se em relação às novidades tecnológicas do setor.

Para os caminhoneiros e embarcadores, as ferramentas que estão modificando o mercado são os aplicativos para encontrar fretes. São softwares (programas) para smartphones que contribuem para a maior publicidade das oportunidades e o acesso mais justo a elas.

Neles, o embarcador distribui as cargas conforme a disponibilidade e o tipo de caminhão cadastrado pelo profissional, facilitando as vidas das duas partes. Assim, não só é possível conseguir mais viagens como, também, fretes de retorno.

Porém, tenha o cuidado de utilizar somente aplicativos que não façam leilões entre os caminhoneiros. Esse tipo de negociação é muito prejudicial para o transportador e pode trazer mais prejuízos do que lucros.

Dica: Você sabe calcular os custos de um caminhão parado?

2. Procure por transportadoras regionais

Muitas vezes, algumas transportadoras menores, de pequeno e médio porte, trabalham em regiões mais restritas e, por isso, não precisam de tanta propaganda. Tampouco saem procurando caminhoneiros que tenham uma base mais afastada.

No entanto, elas podem estar precisando de mais profissionais autônomos. Assim, são uma boa alternativa para encontrar oportunidades de cargas semifracionadas (ou, até mesmo, cargas lotação) para complementar o uso do seu “bruto” em rotas mais longas. Além disso, servem, muito bem, para compor fretes de retorno e aproveitar suas voltas para a casa para faturar.

3. Planeje suas viagens para conciliar fretes na ida e na volta

Esse, aliás, é um dos pontos mais importantes para reduzir os custos de um transporte. Obviamente, toda viagem que você fizer vai exigir uma volta para a casa. Por esse motivo, os custos de pedágios, combustível, pernoites, alimentação e horas trabalhadas acabam sendo, praticamente, dobrados (com exceção de eventuais variações, como eixos suspensos, que deixaram de ser pedagiados).

Assim, o preço cobrado pelo frete — tanto na ida quanto na volta — precisaria ser suficiente para custear seus serviços. Mas raramente isso acontece. Portanto, é essencial que você encontre oportunidades vantajosas de fretes de ida e de volta para evitar que seu caminhão viaje sem carga e consiga reduzir custos.

Para isso, planeje suas rotas observando quais cidades ou bairros ficam próximos uns aos outros. Outra dica é fazer parcerias com empresas transportadoras que se responsabilizam integralmente pelas despesas com pedágios.

Além disso, utilize mapas eletrônicos, como o Google Maps, o Maplink ou Waze para traçar os caminhos e desviar de problemas. Depois, é só fazer os ajustes necessários na rota para contemplar os fretes contratados de maneira eficiente, sem rodeios.

Baixe o aplicativo da Rodojacto e aproveite todos os benefícios do Rapp.
Garanta os melhores fretes e aumente sua renda com o Rapp

4. Busque por oportunidades em catálogos online

Tem tempo que as famosas “páginas amarelas” — aquelas enormes listas telefônicas empresariais — tornaram-se peças de museus. Agora, prestadores de serviços e embarcadores usam catálogos na internet para oferecerem e procurarem por fretes.

Apesar de não serem os locais mais utilizados, é sempre bom dar uma conferida neles. Os mais conhecidos são:

Fica, apenas, uma ressalva: tome cuidado com falsos embarcadores e clientes com má reputação. Somente preste serviços se tiver garantias, como o adiantamento de parte do pagamento, por exemplo.

5. Invista um tempo nas redes sociais

Investir um tempo para criar perfis profissionais nas redes sociais é muito interessante para um caminhoneiro, pois poucos são aqueles que fazem isso. Esse pode ser um diferencial para firmar contratos com empresas que valorizam a tecnologia e, principalmente, chamar a atenção de profissionais mais jovens que estão chegando aos cargos de decisão.

Assim, crie uma página no Facebook e um perfil no LinkedIn, por exemplo, disponibilizando online informações sobre seus serviços, contatos, formação profissional e referências comerciais. Não esqueça de interagir por lá nos seus períodos de folga.

6. Diversifique seus serviços

Quanto mais diversificados forem seus serviços, maiores serão os lucros, pois aumenta a probabilidade de conseguir fretes, tanto de cargas lotação quanto de fracionadas. Afinal, quanto mais ramos do mercado você puder atender, mais embarcadores e mercadorias estarão disponíveis.

Portanto, procure entender melhor as possibilidades que seu caminhão oferece. Procure por informações sobre os tipos de produtos compatíveis com sua carroceria e entre si. Jamais transporte uma carga que você não conheça, pois ela pode trazer prejuízos ao ultrapassar o peso permitido, avariar seu veículo ou causar danos às mercadorias dos outros clientes.

Dica: Vale a pena transportar carga especial?

7. Qualifique-se para transportar cargas especiais

transporte de cargas especiais é uma categoria de frete diferenciada, com uma concorrência muito menor. Apesar de os serviços serem menos abundantes, eles são frequentes e oferecem uma remuneração maior por quilômetro rodado.

No entanto, exigem uma capacitação dos profissionais que vão lidar com a carga, veículos e implementos específicos, e outros requisitos legais — inclusive permissões da fiscalização —, a depender da mercadoria que será transportada.

Como deu para perceber, encontrar frete não precisa ser um desafio que tire seu sono à noite. Certamente, o mercado está concorrido, mas a perspectiva é boa e as possibilidades têm aparecido com frequência para os profissionais que sabem onde procurá-las e investem em parcerias com empresas que valorizam o caminhoneiro.

Quer começar a conseguir mais viagens sem precisar desvalorizar o seu trabalho? Então, baixe o app Rapp e receba oportunidades diretamente no seu celular!




Por
06/09/2018

A Rodojacto nasceu em 1969 e, atualmente, atua no segmento de transporte rodoviário de cargas, dividindo-o em duas áreas: a de carga comum e a de carga especial — mercadorias que excedem pesos e medidas.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!