Assine nossa newsletter

Como planejar rotas de forma eficiente e otimizada


Como planejar rotas de forma eficiente e otimizada

Planejar rotas eficientes para suas entregas é um dos principais desafios de um caminhoneiro, principalmente para quem realiza viagens longas. Erros nesse processo podem comprometer o tempo de transporte e gerar custos extras — que reduzem o lucro. Portanto, é essencial organizar pontos de carga e descarga, os fretes esporádicos ou constantes e até os períodos do dia em que viajará.

Quando você estrutura corretamente suas rotas, surgem muitos benefícios. Por exemplo, você aumenta a velocidade das entregas e reduz a chance de o veículo ter avarias por trafegar em estradas malconservada. Também potencializa o ganho financeiro, afinal, há maior economia com combustível e com manutenções preventivas e corretivas.

Se você deseja otimizar suas rotas, confira as 8 dicas que separamos para planejá-las!

1. Verifique restrições de clientes

Para programar bem suas entregas, lembre-se de checar se os seus clientes têm restrições quanto a horários, locais ou a quem pode receber a mercadoria. Dessa forma, você evita custos extras com devoluções ou com a necessidade de realizar novas entregas. Isso pode ocorrer quando há recusas no recebimento ou não é possível localizar o responsável pelo produto.

2. Analise a legislação de transporte

Para não ter estresse com surpresas desagradáveis ao ter que rodar em uma cidade, lembre-se de checar sua legislação de transporte. Até o momento, 491 municípios contam com restrições para a circulação de veículos pesados, como caminhões. Isso gera custos adicionais de até 15,4% para o segmento.

Você poderá ser impedido de entrar em alguma região da cidade, impossibilitando a sua entrega. O cliente ficará insatisfeito e você poderá perdê-lo.

Dica: Profissão caminhoneiro: a importância desses profissionais para economia brasileira

3. Considere as características do seu veículo

Ao estruturar suas rotas, lembre-se de analisar as características de seu veículo. Por exemplo, há cidades em que caminhões com mais eixos do que um limite mínimo têm circulação restrita — conforme apontado na dica anterior.

Se você se enquadrar nessa situação, será preciso buscar soluções para realizar suas entregas, como utilizar um automóvel menor (alugado, fretado, emprestado etc.) para trafegar nas rotas escolhidas.

Também observe se esses caminhos não contam com limitações em relação a tamanho, peso, tipo de produto transportado etc. e veja se o seu veículo não se enquadra nelas. Isso evitará problemas legais e possíveis acidentes.

4. Agende previamente as rotas diárias

Lembre-se de agendar previamente as rotas em que for circular e de checar suas condições, de modo a evitar imprevistos. Caso contrário, você poderá enfrentar congestionamentos, encontrar trechos em obras (que reduzem a velocidade do trânsito), deparar-se com desvios em virtude de eventos (como de esportes) etc.

Com o planejamento antecipado, você consegue pesquisar sobre as condições do seu trajeto. Sabendo de um desses obstáculos, terá como escolher as rotas mais adequadas para cada dia e horário.

5. Implemente um sistema de rastreamento de veículo

É importante contar com uma solução de rastreamento de veículos que permita ao cliente acompanhar sua movimentação. Dessa forma, ele fica mais tranquilo quanto ao status do transporte do produto e ainda se prepara para recebê-lo rapidamente quando você chegar. Aliás, isso ajuda a agilizar suas entregas, em especial se houver várias em sequência.

O rastreamento do veículo também gera dados à medida que você transporta produtos. Com base neles, será possível avaliar quais rotas foram mais demoradas, o que motivou atrasos, em quais locais a circulação de veículos era difícil (mesmo que não seja mostrado no GPS) etc. Você pode até analisar seu desempenho, a fim de encontrar formas de melhorá-lo.

Saiba como economizar combustível com nossas 9 dicas. Confira o banner abaixo:

confira as melhores dicas para economizar o combustível do seu caminhão

6. Busque clientes próximos entre si

Se você precisa fazer muitas entregas, aproveite para analisar os endereços dos destinatários a fim de dar prioridade àqueles que moram próximos. Também avalie cada rota de acesso a eles em busca de um caminho mais rápido e fácil entre os pontos de entrega.

Isso agilizará o seu trabalho e ainda poderá surpreender positivamente consumidores que não esperavam tão cedo pelo envio de suas mercadorias. O mesmo vale na hora de buscar fretes. Se você usa um aplicativo para isso, tente filtrar os possíveis clientes pela proximidade entre seus endereços.

7. Avalie custo e velocidade de entrega para planejar rotas

É importante encontrar um equilíbrio entre custos e rapidez de entrega. Para isso, separe seus clientes em diferentes grupos com base na urgência com que necessitam dos produtos. Por exemplo, para aqueles com prazos menores, é possível traçar rotas que passam por vias rápidas e por rodovias que contam com pedágio.

Nesse caso, elas podem fornecer um caminho ágil por dois motivos: devido à localização estratégica, ligando os pontos em uma distância menor, e por conta das boas condições de manutenção que muitas têm. Isso possibilita que o veículo apresente um desempenho condizente com seu potencial e consiga percorrer mais velozmente um trajeto.

Haverá custos maiores com o pagamento dos pedágios com isso, mas a chance de entregar a mercadoria dentro do prazo aumenta. Para os clientes não tão apressados em receber seus produtos, dá para escolher rotas econômicas, embora mais lentas para o transporte. Muitas, inclusive, não têm pedágio.

Mas lembre-se de que nem sempre elas contam com boa manutenção, de modo que o desgaste do veículo poderá ser maior ao trafegar por elas. Isso gera custos maiores com manutenção, consertos e trocas de peças avariadas.

Dica: Dirigir à noite: 6 dicas que todo caminhoneiro deve seguir

8. Planeje rotas em diferentes períodos

Experimente programar e utilizar as mesmas rotas em diferentes horários do dia ou em dias diferentes. Dessa forma, você pode observar em quais momentos suas entregas se tornam rápidas e tranquilas, bem como em quais épocas há mais congestionamento, bloqueios e estresse.

Isso pode ser feito considerando até fins de semana e feriados. Para tanto, lembre-se de conversar com os clientes e verificar se eles podem receber ou enviar suas mercadorias aos sábados, domingos e nos feriados.

Planejar rotas adequadas é essencial para quem deseja otimizar seus ganhos no transporte de mercadorias, como caminhoneiros. As dicas acima podem ser úteis, mas lembre-se de continuar pesquisando novas formas para melhorar sua estruturação de rotas e obter o máximo desempenho em suas entregas, com o menor custo possível.

Aproveite e compartilhe essas dicas em suas redes sociais, seus colegas de profissão vão gostar!




Por
12/02/2019

A Rodojacto nasceu em 1969 e, atualmente, atua no segmento de transporte rodoviário de cargas, dividindo-o em duas áreas: a de carga comum e a de carga especial — mercadorias que excedem pesos e medidas.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!