Assine nossa newsletter

Saiba o que pode ser feito para evitar o tombamento de caminhões


Saiba o que pode ser feito para evitar o tombamento de caminhões

Qual é o objetivo de todo caminhoneiro ao seguir viagem? Ora, é trafegar com segurança pela estrada e com o mínimo de imprevistos possíveis no trecho. O problema, no entanto, é que uma grande ameaça pode impedir isso e dificultar a vida do trabalhador: o tombamento de caminhões.

Responsável por inúmeros acidentes nas rodovias — mais de 6 mil no ano de 2017, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal —, o tombamento de caminhões pode colocar a vida dos caminhoneiros em risco e causar prejuízos financeiros incontáveis aos motoristas, uma vez que a carga pode se perder e o pesado sofrer danos irreparáveis.

Pensando em ajudar os estradeiros a evitar esse tipo de acidente, decidimos reunir, neste post, tudo o que um motorista precisa saber sobre esse grave problema. Ficou interessado no assunto? Então não deixe de acompanhar a leitura!

O que faz um caminhão tombar?

Provavelmente você já ouviu algum comentarista de Fórmula 1 falar em “Força G”. Mas você sabe o que é isso? Se a resposta for não, sem problemas: nós vamos explicar!

A força G é a unidade de medida que determina a aceleração lateral de um veículo em uma curva. Quando a gravidade atua e ela se desloca, os tombamentos acontecem, empurrando o motorista contra a porta do veículo durante uma curva rápida.

Dica: Alinhamento de caminhão: como influencia no desempenho do veículo?

Por que caminhões tombam mais facilmente que outros veículos?

Você já deve ter reparado que, diferentemente dos caminhões, carros de passeio dificilmente tombam. Isso acontece porque o Limiar de Tombamento Lateral Estático (Static Rollover Threshold – SRT) — valor da aceleração lateral capaz de levantar os pneus do lado interno da curva — dos automóveis é superior a 1g, enquanto o dos veículos de carga é de apenas 0,5g.

Na prática, isso significa que as chances de um caminhão ultrapassar o SRT permitido e tombar é, no mínimo, duas vezes maior do que a de um automóvel de passeio.

Como evitar o tombamento de caminhões?

É provável que você esteja se perguntando: se o tombamento de caminhões é praticamente inevitável, como não tombar a carga? Pensando em esclarecer esse questionamento, listamos cinco pequenas atitudes que você pode tomar para diminuir as possibilidades de um incidente como esse. Confira a seguir!

Atente para a velocidade nas curvas

Uma das principais causas de tombamento de veículos é, sem dúvidas, a velocidade em excesso dentro das curvas. Por isso, com peso extra ou não, é essencial respeitar o limite de velocidade da pista e do seu veículo.

Em termos práticos, isso quer dizer que o ideal é manter a velocidade do seu pesado pelo menos 10 km/h abaixo do indicado na sinalização. Assim, se o limite da estrada for de 80 km/h, por exemplo, o melhor é rodar em torno de 70 km//h.

Esse ato é importante porque coloca em ação a direção preventiva — maneira de dirigir que antecipa situações de perigo e acidentes e as reduz ou previne —, algo fundamental para rodar nas rodovias brasileiras, visto que são precárias.

Por fim, tenha em mente: a pressa é a melhor amiga do tombamento de caminhões!

Viaje com a manutenção do seu caminhão em dia. Confira no banner abaixo as melhores dicas!

conheça as melhores práticas para a manutenção do seu veículo

Fique atento ao “efeito chicote”

Causado pela trepidação na última carreta, o “efeito chicote” é outra coisa que leva ao tombamento de bitrens, treminhões e rodotrens. Portanto, se você dirige algum desses gigantes, não deixe de ficar atento às vibrações que eles emitem, certo? Lembre-se de que são elas que indicam a “chegada” de um tombamento.

Evite o excesso de cargas

O peso extra também facilita o tombamento. Por isso, nada de trafegar por aí com a carga fora do limite suportado pelo seu veículo. Lembre-se de que a melhor maneira de se prevenir, nesse caso, é manter no caminhão apenas o peso que ele aguenta. Isso porque é mais simples guiar e evitar quedas sem peso extra.

E não deixe de considerar a distribuição de carga, hein! Deixe itens mais pesados sempre na parte mais baixa do compartimento e amarre-os bem para que não fiquem balançando em cada curva. Isso contribuirá com a estabilidade do pesado ao decorrer da viagem.

Tenha cuidado redobrado em pistas escorregadias

Quase todos os motoristas já passaram por situações em que perderam o controle do veículo devido à lama, terra ou água na estrada. Não é à toa que o tombamento e as derrapagens se tornam mais comuns após chuvas.

Uma boa forma de evitar esses acidentes é dirigir mais devagar após e durante períodos chuvosos e garantir que os pneus estão em bom estado. Isso porque as más condições da pista podem diminuir a aderência entre os pneus e o asfalto, aumentando consideravelmente os riscos de acidentes.

Dica: Como conservar a pintura do caminhão?

Evite distrações

Nós sabemos que passar horas a fio na estrada é cansativo e, algumas vezes, entediante. A gente também sabe que, nessas horas, dar uma olhadinha no WhatsApp, no Facebook, no Instagram ou em sites de notícias parece uma ótima ideia. Afinal, é só uma espiadinha, né? Nunca achamos que o acidente acontecerá conosco, mas a realidade mostra exatamente o contrário!

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), o uso de smartphones ao volante quadruplica os riscos de acidentes no trânsito e é a terceira maior causa de fatalidades no trânsito no Brasil. Assustador? Pois é! Se você não quer ser mais uma vítima, esqueça que seu aparelho telefônico existe até a próxima parada do seu roteiro. É legal e seguro!

O uso do cinto de segurança durante a viagem é outra prática importantíssima e que faz uma diferença enorme durante um tombamento. Isso porque evita que o motorista seja lançado para fora do veículo, minimizando possíveis fraturas e impedindo lesões graves e morte.

Além disso, é válido ressaltar que o procedimento de segurança vale para diversos tipos de acidentes e salva vidas todos os dias no Brasil e no mundo. Portanto, dirigir sem ele é, no mínimo, se expor a um risco que pode custar a sua vida.

Mantenha a manutenção do seu caminhão em dia. Confira no banner abaixo as melhores dicas!

conheça as melhores práticas para a manutenção do seu veículo

Ok, essa dica não foi lá uma maneira de evitar um tombamento, né? Nós a colocamos aqui porque acreditamos que é essencial lembrar que uma simples prática pode oferecer segurança e mudar todo o curso de um acidente. Não se esqueça disso, beleza?

Como você deve ter percebido, evitar um tombamento não é uma tarefa tão simples. Em primeiro lugar porque o caminhão por si só já é mais suscetível a esse tipo de acidente do que outros tipos de veículo. Em segundo, porque as rodovias brasileiras são extremamente precárias, elevando exponencialmente os riscos.

Contudo, nós esperamos que após essas dicas você consiga minimizar os riscos, identificar a aproximação de um tombamento e, consequentemente, prevenir estragos no bruto e resguardar a sua integridade física.

Se você gostou de saber como evitar o tombamento de caminhões, certamente vai adorar entender também quais os principais desafios de caminhoneiros autônomos!




Por
18/01/2019

A Rodojacto nasceu em 1969 e, atualmente, atua no segmento de transporte rodoviário de cargas, dividindo-o em duas áreas: a de carga comum e a de carga especial — mercadorias que excedem pesos e medidas.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!