Assine nossa newsletter

Como prolongar a vida útil dos pneus de caminhão?


Como prolongar a vida útil dos pneus de caminhão?

Você sabe como prolongar a vida útil dos pneus de caminhão? Esses componentes sofrem desgastes acentuados durantes os trajetos e, por isso, é fundamental que alguns cuidados e estratégias sejam tomados para garantir uma boa manutenção.

Apesar de ser responsável por um dos maiores custos de um veículo desse porte, muitos caminhoneirosnão dão a atenção devida aos pneus, mas, acredite, isso pode fazer uma enorme diferença nas finanças e na própria performance da sua máquina.

Pensando nisso, listamos algumas recomendações valiosas para manter a durabilidade dos seus pneus para que você consiga fazer viagens com mais qualidade e segurança. Confira!

Mantenha a calibragem correta

Na agitação do trabalho, entre uma viagem e outra, é possível que você simplesmente se esqueça de realizar um procedimento básico de manutenção, que é calibrar os pneus. No entanto, vale saber que os minutos perdidos para executar essa ação são compensados por uma direção mais segura.

A calibragem ideal varia de acordo com o peso transportado. Por isso, verifique o manual do proprietário para identificar as pressões de ar recomendadas para cada categoria de uso. Ademais, tente fazê-la, pelo menos, a cada 15 dias, sempre com os pneus frios.

Dica: Carga lotação ou fracionada: entenda, definitivamente, as diferenças e como lucrar com cada uma

Aproveite para encher o estepe nesse momento, preferencialmente com algumas libras acima dos demais, para suprir o esvaziamento natural. Dessa forma, ele não estará murcho quando você precisar.

E por falar em pneu com pouco ar, é importante citar que pneus bem calibrados ajudam a economizar diesel. Isso porque quando estão murchos eles podem aumentar o gasto de combustível em até 15%.

Higienize os pneus

Você já pensou em manter os pneus de caminhão sempre limpos? Em geral, esse costume só se aplica à cabine, mas, esses itens também devem ser higienizados.

Sendo assim, sempre que possível, remova com cautela os diferentes tipos de resíduos:

  • galhos, poeiras e lama;
  • óleo ou graxa;
  • partículas de borracha;
  • objetos pontiagudos presos nos pneus.

Realize a limpeza com produtos que não danifiquem a borracha. Não utilize querosene, nem utensílios abrasivos (escovas ou esponjas de aço) para evitar a deterioração e o ressecamento do material.

Realize o alinhamento e o balanceamento

Se o volante puxar para a esquerda no momento da direção, certamente há ausência de alinhamento; já se ele trepida, o problema é falta de balanceamento do composto roda-pneu. Seja qual for o motivo, é necessário levar o caminhão a uma oficina para deixá-lo devidamente nivelado.

Esses tipos de serviços devem ser realizados a cada 10 mil km rodados ou de acordo com a recomendação do fabricante. Procrastinar o conserto pode comprometer ainda mais a condução, como o comprometimento da suspensão do veículo — o que aumenta a probabilidade de acidentes graves.

Faça o rodízio dos pneus periodicamente

Para durar mais tempo, é essencial que o desgaste dos pneus de caminhão ocorram de modo homogêneo. Em razão disso, é aconselhável fazer o rodízio para que isso ocorra de maneira uniforme.

Por exemplo, pneus que ficam na área exterior tendem a se desgastar mais rápido, por causa do contato com os resíduos das estradas. Ao fazer as mudanças de posição, você distribui o efeito dos agentes degradantes entre todos eles.

Vale citar que os fabricantes recomendam que esse procedimento seja feito a cada 10 mil km. Porém, isso pode variar conforme o porte e o modelo do veículo. Além disso, a forma correta de fazer esse revezamento é substituir os pneus de lugar respeitando o mesmo ângulo do caminhão. Isso quer dizer que os pneus do lado direito devem permanecer nessa posição, assim como os do lado esquerdo.

Outra dica importante a ser considerada é que a troca entre os eixos deve ser executada conforme o artigo 6° da Resolução n°445 do CONTRAN, que proíbe o uso de pneus recapados, recauchutados ou remoldados no eixo dianteiro.

Portanto, para evitar problemas, procure uma oficina especializada. Nesses locais, você encontrará profissionais capacitados para realizar o processo, em conformidade com os pneus internos e externos, além de reboque e tração.

Garanta que seu caminhão não viaje sem carga, baixe o Rapp e aproveite todos os benefícios.
Garanta os melhores fretes e aumente sua renda com o Rapp

Observe os barulhos na suspensão 

Um bom caminhoneiro está atento a qualquer coisa ao seu redor e deve saber interpretar ruídos estranhos em seu veículo. Diante das más condições das rodovias, a suspensão é um dos sistemas que mais manifestam problemas, pois podem danificar outros componentes.

Se ela não estiver suportando o caminhão adequadamente, o peso sobre os pneus aumenta e pode causar uma deterioração prematura. Isso significa que a qualidade desse conjunto está diretamente atrelada à vida útil dos pneus.

Portanto, é importante inspecionar toda a suspensão a cada 20 mil km, focando no funcionamento dos amortecedores e molas. Ademais, treine sua audição para ficar atento às batidas secas ou rangidos.

Estude as rotas antes de seguir viagem 

O planejamento de trajetos é uma prática essencial para se dar bem nas estradas. Afinal, seguir viagem com uma rota previamente traçada é uma forma de tornar o processo mais ágil, econômico e seguro.

No que diz respeito aos pneus de caminhão, você pode definir seus percursos escolhendo os melhores caminhos. Assim, você garante uma maior durabilidade tanto para o veículo quanto para seus componentes.

Uma boa dica é aliar essa estratégia com o apoio do aplicativo WikiRota. Com ele, você consegue calcular o tempo de corrida e o custo da viagem com pedágio e combustível. O segredo é avaliar as condições, os riscos e as vantagens de cada um dos trajetos à sua disposição.

Dica: Vale a pena transportar carga especial?

Pratique a direção defensiva

A direção defensiva é indispensável para evitar acidentes, mas também é útil para economizar. Com essa prática, suas viagens tornam-se mais seguras e você demora mais tempo para substituir os pneus.

Veja a seguir o que você precisa evitar:

  • fazer curvas acentuadas, pois forçam e arrastam os pneus, intensificando seu desgaste;
  • altas velocidades, pois aumenta a pressão da carcaça e superaquece a borracha;
  • arrancadas e freadas bruscas, pois compromete a banda de rodagem;
  • subir ou pressionar os pneus em guias ou outras elevações, pois esse costume pode gerar bolhas e outras deformidades.

E então, o que achou das nossas recomendações para prolongar a vida útil dos pneus de caminhão? Esperamos que elas sejam úteis o suficiente para você. Agora, basta colocá-las em prática para gerar economia e garantir mais segurança nas suas viagens.

Gostou deste post? Aproveite e curta a nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades!




Por
20/09/2018

A Rodojacto nasceu em 1969 e, atualmente, atua no segmento de transporte rodoviário de cargas, dividindo-o em duas áreas: a de carga comum e a de carga especial — mercadorias que excedem pesos e medidas.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!