Assine nossa newsletter

Conheça o Maio Amarelo, o mês da conscientização sobre segurança no trânsito


Você tem noção do número de pessoas que se acidentam anualmente no trânsito brasileiro e quais são as causas dessas situações? Tem ideia dos impactos negativos que ocorrências como essas geram, como falecimentos, invalidez para o trabalho e gastos médicos? Se não consegue responder com certeza, talvez seja porque o assunto é pouco discutido. Essa é uma das razões pelas quais o  movimento Maio Amarelo foi criado.

Somente tratando a questão com seriedade é que será possível conquistar um trânsito mais seguro para todos. Assim, se você deseja mais tranquilidade para trabalhar nas estradas, confira agora todos os detalhes do Maio Amarelo e entenda como fazer a sua parte! Vamos lá?

O que é Maio Amarelo?

Assim como órgãos de saúde promovem meses de conscientização para determinadas doenças, como o Outubro Rosa, que alerta sobre o câncer de mama, e o Dezembro Vermelho, que discute a prevenção da AIDS, o Maio Amarelo é um movimento criado para chamar a atenção sobre a violência no trânsito. Assim como os demais meses temáticos, ele é representado por um laço de fita, nesse caso, na cor amarela.

A proposta do Maio Amarelo é muito importante: chamar a atenção para a grande quantidade de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo. Afinal, só com conscientização será possível reduzir o número de acidentes e a gravidade dessas ocorrências.

Dica: Checklist para manter a segurança no transporte de carga

E se engana quem pensa que se trata de um evento isolado. O Maio Amarelo é organizado em 27 países diferentes. No Brasil, fica sob a responsabilidade do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV). No ano de 2019, passou a contar também com o apoio da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores — ANFAVEA.

Qual é o objetivo do Maio Amarelo?

O ONSV começou a promover o Maio Amarelo no Brasil em 2013. O movimento busca mobilizar imprensa, fabricantes, governo e sociedade para discutir a segurança no trânsito. Seu foco é realizar uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil em torno do assunto.

Assim, o tema de segurança viária é colocado em pauta. A ideia é mobilizar a sociedade em busca de ações concretas para reduzir os acidentes de trânsito, bem como as suas consequências. Para isso, é preciso fugir de ações isoladas e de pouco impacto, mas efetivamente discutir o tema, gerar e propagar conhecimento e estimular mudanças de atitudes.

Por que o mês de maio foi escolhido?

Como você viu, a movimentação do Maio Amarelo não acontece apenas no Brasil, mas também em diversos outros países. A escolha desse mês é uma referência à data de 11 de maio de 2011, dia em que a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou uma resolução chamada Década de Ação para a Segurança no Trânsito.

Dessa forma, o mês de maio se tornou o momento mais propício para fazer o balanço das ações realizadas na tentativa de aumentar a segurança no trânsito. Ficou sem saber o que foi esse decreto da ONU?

Dica: Lei do caminhoneiro: conheça seus direitos!

Estamos falando de um documento baseado em estudos da Organização Mundial de Saúde. A conclusão apresentada é a de que os acidentes de trânsito são a 9ª maior causa de mortes no mundo. A pesquisa indica que, em 2009, cerca de 1,3 milhão de pessoas morreram no trânsito, em 178 países, além de outras 50 milhões que sobreviveram com sequelas. São 3 mil mortes por dia em ruas e estradas.

Por conta desses números alarmantes, a ONU decretou que buscaria reduzir o número de mortes no trânsito, por meio de diversas ações, no decorrer dos 10 anos seguintes. Daí surgiu a Década de Ação para a Segurança no Trânsito.

Além do Maio Amarelo, no mesmo mês também é realizada, desde 2013, a Semana Mundial de Segurança do Pedestre, que também é chamada de Campanha Zenani Mandela. Esse nome é uma homenagem à neta de Nelson Mandela: a menina perdeu sua vida em um acidente de trânsito com apenas 13 anos, na África do Sul.

Por que a cor amarela?

Agora que você já sabe o que é o Maio Amarelo, seus objetivos e o motivo da época do movimento, deve estar curioso para entender o porquê da cor. A razão é muito simples: a cor amarela é uma referência à sinalização e à advertência no trânsito, simbolizando, assim, a atenção que o assunto exige.

Qual é a importância do movimento?

Como você viu, o Maio Amarelo busca disseminar a discussão sobre a segurança no trânsito, por ser uma causa de milhares de mortes que poderiam ser evitadas. E discutir esse assunto é de fundamental importância para que se consiga diminuir a ocorrência de acidentes no trânsito, visto que a maior parte deles está relacionada a mau comportamento do motorista.

Segundo o Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro, estudo realizado pela Volvo, a principal causa de mortes no trânsito, em 2018, foi a falta de atenção dos motoristas, com 1973 falecimentos. Defeitos na via foram indicados como a terceira menor causa, perdendo apenas para animais na pista e desatenção para a distância de segurança. Essas estatísticas levam em conta apenas os registros feitos pela Polícia Rodoviária Federal.

Dica: Profissão caminhoneiro: a importância desses profissionais para economia brasileira

Dessa forma, é preciso se conscientizar da importância do comportamento do motorista sobre a quantidade e a gravidade de acidentes de trânsito. Isso é conseguido apenas tendo noção da realidade atual e colocando em prática atitudes responsáveis, objetivos buscados com a realização do Maio Amarelo.

Quem pode participar?

O ONSV esclarece que o Maio Amarelo é um movimento em que toda a sociedade deve participar. Assim, o Maio Amarelo está aberto a todos que entendem que são responsáveis e capazes de ajudar no desenvolvimento de um trânsito melhor.

A organização sugere que a divulgação do laço amarelo seja feita de variadas formas, como:

  • adesivos colados nos vidros traseiros dos veículos e nos capacetes de motociclistas e ciclistas;

  • envelopamento de frotas;

  • uso de camiseta e de fitilho de lapela relacionados ao movimento.

No entanto, não basta apenas divulgar a data. É fundamental que a sociedade dê atenção ao assunto e reveja o que foi feito de positivo no ano anterior. Só assim é possível melhorar as ações e  identificar as falhas que precisam de correção. Dessa maneira, o trânsito será mais gentil e menos perigoso, garantindo tranquilidade para todos.

Outra forma de previnir acidentes é garantindo as melhores práticas de manutenção para o seu veículo. Confira no banner abaixo!

Conheça as melhores práticas para a manutenção do seu veículo

Entendeu o que é o movimento Maio Amarelo? Como você viu, a conquista de um trânsito melhor só ocorrerá depois de muita discussão sobre o tema, conscientização, mudança de atitudes e disseminação do conhecimento.

Agora que já sabe que algo precisa ser feito, o que acha de começar compartilhando este post nas redes sociais? Com esse pequeno gesto, você pode dar o primeiro passo para garantir um trânsito melhor.




Por
17/05/2019

A Rodojacto nasceu em 1969 e, atualmente, atua no segmento de transporte rodoviário de cargas, dividindo-o em duas áreas: a de carga comum e a de carga especial — mercadorias que excedem pesos e medidas.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!